Uma match com jeito Francês

Facebook

Boa noite, elfos de todo o Brasil, hoje foi um dia maravilhoso e está terminando com uma festa francesa. Antes de mais nada quero falar um pouco de persistência. Persistência é a arte de continuidade e repetir o processo de paciência. Persistência é a característica dos mais fortes.

Mas, antes de mais nada, vamos comentar sobre o tema, hoje a França está de festa. Como foi comentado em outro artigo, o TOP 8 do MCQ era surreal, só crack da carta. E tem um francês nesse TOP 8, o nome dele é Gabriel Nassif, um verdadeiro símbolo de persistência.

Hoje teve uma partida épica entre Luis Savatto e Gabriel Nassif, um argentino vs um francês e simplesmente foi um jogo para entrar para a história do MTG. De um lado o argentino jogando de Rakdos Arcanist e do outro o francês jogando de Jund Sacrifice.

O jogo estava 1 – 0 para o Nassif e estavam jogando o g2. Por mais que o francês estivesse ganho o g1, estava com pouco tempo, o relógio corria contra ele, e durante o g2 um cenário totalmente desfavorável tanto na board quanto na hand. Todos os que estavam assistindo já davam como game perdido (e vitória do argentino). Os comentaristas, um deles o Juliano, já dizia que era melhor conceder a game, poupar tempo e ir para o game 3.

Porém, o francês não desistiu, o argentino tinha na board, nada mais nada menos do que um Hazzoret e o Dreadhorde arcanist e o francês, mal block tinha e com várias land cards na mão. Simplesmente, toda a comunidade já dava vitória ao argentino e condenavam o francês, dizendo que ele tinha que conceder o game 2 para ter tempo de jogar o game 3.

Não se esqueçam da palavra persistência, o francês não desistiu e continuou, topdeckou uma Company, colocou mais bichos na mesa, um deles Woe Strider, foi cozinhando a Hazzoret do argentino, bloqueando ela, usando gato, topdecou um forno, foi persistente em uma partida que todos davam como perdida quando de repente, o francês se vê controlando a Hazzoret até remove-la com Priest of forgotten Gods, até topdecar o Mayhem e ver o argentino concedendo.

Quando, de repente, todos no chat da Twitch tv começam a prestigiar o francês e até o Juliano que criticava, percebeu que o Nassif tinha razão, que persistindo conseguiria chegar no objeito, o Nassif mostrou ´para toda a comunidade que o auto conhecimento do deck e card advantage podem sim virar a partida.

Ele fez o Juliano e provavelmente todos os narradores do mundo rever conceitos e é claro, recebeu muitos elogios por ser um jogador persistente. Fico por aqui, esse foi mais um artigo do elfoman, tmj^^

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.