Home Azul Commander: Sol’kanar the swamp king

Commander: Sol’kanar the swamp king

112
0

Eu costumo focalizar  meus artigos de top 10 melhores comandantes para deckbuildar , em ótimas criaturas lendárias que tenham sido printadas nas ultimas coleções de MTG, e para minha sorte, em  cada recente set de Magic, muitos bons comandantes em potencial tem sido lançados.

Eu procurei com afinco entre os novos comandantes disponíveis em Theros Beyond Death, e, como as previas de  Ikoria: Lair of behemoths começam a ser lançadas na segunda semana de abril, me pareceu uma boa oportunidade para fazer um grande retorno com um dos comandantes mais bacanas da velha guarda que consegui imaginar: Sol’kanar the swamp king!

Comecei a jogar Magic bem no início de 1994, e o primeiro produto que comprei foi um “starter deck” e alguns boosters de “Unlimited” e outros tantos de “Arabian Nights”.  1994 foi um ano louco para se iniciar no jogo por que os  “Expansions sets” estavam saindo a todo vapor- Antiques veio em março, Legends, em junho  e The Dark chegou em agosto. Nesse ponto, a popularidade do jogo superou todas as expectativas, e a demanda pelo produto excedeu  em muito os estoques. Me recordo como era difícil encontrar qualquer coisa de Antiques, e Legends  era ainda mais raro de se achar. Acredito que consegui arranjar uns 5 ou 6 packs de Legends, e, dado o tamanho do Set, e a ausência de uma comunidade  coesa de Magic- Scrye Magazine ainda não era acessível, e eu só fui descobrir a Usenet alguns anos depois-  eu estava sempre procurando por cards que ainda não tinha visto antes.

Um amigo meu convenceu sua colega de quarto a aprender Mtg. Ela conseguiu alguns boosters de Legends, e quando sentamos para jogar e ela castou “Sol’kanar the swamp king”, eu gamei na hora. O card era simplesmente legal demais e assustador ao mesmo tempo, com aquela arte de Richard Kane Fergunson , que evocava as velhas estórias de Conan, o Barbaro, e Elric of Melniboné, e como verde era a minha cor favorita, a combinação de cores Grixis  dava a ela varias formas de matar as minhas criaturas, ou simplesmente anula-las.

Durante todo ano seguinte, eu tentei conseguir uma cópia de Sol’kanar, mas não tive sucesso, até conseguir uma em Chronicles. Infelizmente, o card não tinha a mesma aura assustadora com a borda branca. Acelerando para 2006, quando Time Spiral  trouxe para o futuro alguns velhos conhecidos, incluindo Sol’kanar. Eu adorei como a arte foi escurecida e ficou bem mais afiada, combinando tudo isso  ao fato da borda voltar a ser preta, tornando ele ainda mais durão. Além disso, ele ganhou um tipo de criatura( demônio). Por anos, eu estive prestes a montar um deck com ele sendo o comandante, mas era sempre distraído por outras coisas. Hoje, finalmente eu trouxe o Rei do pântano para o formato!

Então… que tipo de deck é digno de um Rei do Pântano? Um deck cheio de pântanos, claro! Há um problema, entretanto: Sol’kanar não é monoblack, e sim Grixis. O que torna as coisas meio esquisitas, já que precisamos castar o nosso rei, então, precisamos pensar bem na base de mana. Claro que o nosso comandante tem travessia de pântano, então, ele vai adorar que os oponentes tb controlem pântanos, e nós vamos procurar cards que facilitem isso.

Outra coisa que nosso Rei gosta é de jogadores jogando mágicas pretas, assim, vamos ter várias no nosso deck. Isso me inclinou a montar um “monoblack Sol’kanar deck”, onde a única magica de outras cores no deck, é o próprio comandante. Acho q isso adiciona um fator divertido no deck, embora corte as interações com vermelho e azul que normalmente teríamos.

E por ultimo, lembrando que o nosso comandante é um demônio, não vamos esquecer de boas sinergias com demônios também.

Beleza, vamos ao deck!

  1. Urborg, tomb o yawgmoth

Primeiramente, vamos dar ao Rei do Pântano, o que ele mais gosta: Pântanos! E a melhor carta para isso é Urborg, tomb  of Yawgmoth. Terrenos são bem difíceis de se interagir com, então esta é a melhor das nossas opções.  Já que ele torna todos os terrenos em campo pântanos, isso significa que Sol’kanar é em bloqueável, desde que urborg esteja em campo.

Blaket of night faz o mesmo, mas como é um encantamento, é mais vulnerável a interações… mas é sempre bom ter redundância. Nightcreep é uma magica instantânea que dá pântanos para todo mundo, mas com um detalhe importante: até o final do turno, todos os terrenos  se tornam pântanos e perdem os outros tipos. Voce pode joga-la  durante a manutenção de um oponente, e fazer com que ele tenha apenas mana preta pelo resto do seu turno.

Não esqueçamos de Imundície, que fornece  travessia de pântano a todas as nossas outras criaturas, contanto que esteja em nosso cemitério, e  controlemos um pântano.

  1. Dread presence

Já que estamos usando um monte de pântanos, faz sentido que usemos um monte de cards que interajam com pântanos, e um dos melhores desse monte é dread presence. Ela nos permite comprar cards sempre que um pântano entra em campo de batalha sob o nosso controle, e caso precisemos, ela causa 2 pontos de dano a qualquer alvo, e ganhamos a mesma quantidade. Não é tão vistosa quanto outros cards que interagem com pântanos, mas gera um bom valor.

Mapa da expedição esta aqui para buscar Urborg, caso não tenhamos outra forma  de transformar os terrenos em pântanos… caso contrário, o próximo alvo é Cabal Coffers, para conseguirmos uma grande quantidade de mana.

Eu adoro que Lashwrithe e Nightmare Lash podem fazer qualquer criatura equipada, grande o bastante para sobreviver a Multilar, independente de quantos pântanos possuirmos.

Crypt Ghast brilha no deck também, já que pode gerar muito mais mana do que precisamos, e usar o excedente para extorquir os oponentes é ótimo. Além disso, ganhar vida por jogar magicas é uma das coisas que Sol’kanar adora fazer.

  1. Painter’s Servant

Falando da habilidade desencadeada de ganhar vida do Sol’kanar, vamos assegurar que todas as magicas castadas, por todos os jogadores, sejam magicas pretas. Bem vindo ao deck, Servo do pintor! Eu sei que esse card é caro, mas se vc tem uma cópia, ou conseguir pegar algum por troca, vale bem a pena.

Eu gosto de como Demon’s horn imita a habilidade de ganho de vida do rei do pântano… como Sol’kanar é um demônio, de repente essa habilidade vem do seu próprio chifre.

Memorial de Akroma da as nossas criaturas varias habilidades úteis, mas nesse caso, a proteção contra preto é extremamente útil, principalmente  se o servo do pintor está em campo de batalha. O problema é que ele impedira que equipemos equipamentos em nossas criaturas

  1. Blood Speaker

Já que nosso comandante é um demônio,  blood Speaker é uma ótima criatura que vai sempre retornar do nosso cemitério, e, caso sobreviva até a nossa manutenção, podemos sacrifica-lo e procurar por um demônio no nosso grimório. Podemos encontrar bons demônios para dar um aspecto mais tribal ao nosso deck, e não deixar o Sol’kanar solitário com apenas pântanos…

Liliana’s contract permite-nos gastar um pouco da vida que ganhamos com Sol’kanar, para comprar 4 cards, e ainda funciona como uma possível win condition secundária. É fácil incluir um bom numero de demônios no deck, principalmente com Blood Speaker buscando por eles no nosso grimório.

  1. Lanterna Cromática

Esse card ajuda a corrigir a nossa mana, principalmente com Sol’kanar bagunçando a nossa mana, com todos os seus pântanos. Além disso, se já possuirmos 4 manas, podemos castar nosso comandante no turno 4.

Teremos muitas correções de mana no deck, mas, incluído Wayfarer’s Bauble e Solemn Simulacrum, vamos utilizar uma copia de Ilha e uma Montanha, caso precisemos. Jet medallion casa muito bem com Painter’s  Servant, fazendo que seus artefatos custem um mana a menos também.

Scuttlemutt faz um trabalho hercúleo aqui também, gerando mana de qualquer cor, mas também transformando qualquer criatura em preta, caso seja relevante.

  1. Necropotence

Tenho vontade de usar Necropotence em um deck desde que joguei contra um cara no Magicfest Richmond que usou Necropotence para remover um card do topo do seu deck que ele não podia ou não queria castar com Bolas’s Citadel. Sol’kanar, por outro lado, vai garantir uma vasta quantidade de vida para gastar com esses encantamentos.

Estou incluindo outras formas de trocar vida por cards, em adição a outros ótimos cards, como Skullclamp e Treasure Map.

  1. Blackblade Reforged

Já que temos boas chances de fazer nossos oponentes controlarem pântanos, e garantir a travessia de pântano de Sol’kanar, seria ótimo aumentar o poder do nosso comandante. Blackblade Reforged vai fazer um ótimo trabalho equipando nosso evasivo rei do pântano.

Shadownspear nos garante uma forma extra de ganhar vida, sem falar que nos dá atropelar e ainda lida com indestrutível e a resistência a magia das criaturas adversárias. Nim Deathmantle nos dá um uso fantástico para a mana extra, reanimando criaturas do nosso cemitério.

  1. Ghoulcaller Gisa

Eu quis incluir alguns cards simplesmente bons no deck(mesmo que não interajam tanto com a nossa estratégia), e Gisa é uma das minhas opções favoritas. Realmente me agrada quão bem ela funciona com cards como Lashwrithe: sacrifique uma criatura para ganhar um numero de zumbis 2/2 igual ao numero de pântanos que controlamos. Depois disso, podemos equipar uns dos zumbis que entraram em campo com Lashwrite e ganhar ainda mais zumbis. Lashwrite nos da uma criatura enorme, mas Gisa nos permite criar uma horda de criaturas, caso precisemos.

Falando em horda, essa é uma forma perfeita de transformar Westvale abbey em Ormendahl, Profane prince, que, por sua vez também é um demônio… e um dos fortes!

Custody  Lich aparece aqui porque um rei do pântano certamente vai querer comprar cards extras por ser um Monarca.

  1. Oblivion Stone

Considerando que vamos usar a temática monoblack, e limitar nossa habilidade de interagir com os oponentes, Oblivion Stone é uma ótima forma de resetar o campo de batalha, quando este se tornar problemático. Teremos bastante mana disponível, e podemos facilmente acionar  a Oblivion Stone no mesmo turno em que a descermos.

A cor preta tem diversas formas de matar criaturas, então incluiremos Sword of Sinew and Steel, que nos garante uma forma de lidar com planinatas, e a proteção contra preto nos cai muito bem, se arranjarmos formas de tornar todas as criaturas pretas.

  1. Sudden Spoiling

Sudden Spoiling é uma ótima forma de surpreender oponentes que se achem em posição superior no jogo… grandes criaturas se tornam pequeninas, e criaturas elusivas são facilmente bloqueáveis com essa carta. É especialmente boa para remover uma criatura que tenha proteção contra preto e que de outra forma, seria bem problemática.

Beleza, o deck ficou assim:

 

Sol’kanar the Swamp King

By Bennie Smith

 

Creatures

  • Solemn Simulacrum
  • Withered Wretch
  • Blood speaker
  • Filth
  • Magus of the coffers
  • Korlash, heir of blackblade
  • Painter’ servant
  • Scuttlemutt
  • Nirkana Revenant
  • Rune Scarred Demon
  • Bloodgift Demon
  • Crypt Ghast
  • Ghoucaller Gisa
  • Custody Lich
  • Demonlord Belzenlok
  • Diamond mare
  • Doom Whisperer
  • Dread presence
  • K’rrik, Son of Yawgmoth
  • Nightmare Shepherd

 Planeswalkers

  •  Ashiok, Dream Render

 Spells

  •  jet medallion
  • necropotence
  • sol ring
  • blanket of night
  • multilate
  • sword of light and shadow
  • skullclamp
  • oblivious stone
  • wayfare’s bauble
  • demons horn
  • nightmare lash
  • black market
  • phyrexian reclamation
  • darkest hour
  • nightcreep
  • prismatic lens
  • sudden spoiling
  • damnation
  • akroma’s memorial
  • coalition relic
  • expedition map
  • exsanguinate
  • nihil spellbomb
  • nim deathmantle
  • go for the throat
  • lashwrite
  • tragic slip
  • chromatic lantern
  • staff of the death magus
  • toxic deluge
  • malicious affliction
  • revel in riches
  • treasure map
  • blackblade reforged
  • liliana’s contract
  • bolas’s citadel
  • sword of sinew and steel
  • arcane signet
  • shadowspear

 Lands

  •  cabal coffers
  • reflecting pool
  • 19 swamp
  • mountain
  • island
  • polluted delta
  • Bloodstained mire
  • Dust bowl
  • Watery grave
  • Blood crypt
  • Leechridden swamp
  • Crumbling necropolis
  • Command tower
  • Sunken hollow
  • Smoldering marsh
  • Westvale abbey
  • Fetid pools
  • Canyon slough
  • Path of ancestry
  • Castle locthwain

O que  vocês  acham? Conhecem algum outro card que possa jogar bem com esse rei do pântano que adora magicas pretas?

Fonte: Click aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor informe o seu nome