Que tal uma mexidinha no affinity pauper?

Que tal uma mexidinha no affinity pauper?

Toda segunda-feira tem evento pauper na Taverna e sempre quando posso vou jogar. Para quem não sabe, eu jogo de affinity com uma build alternativa, uma build pessoal minha só para o deck ficar mais divertido. Detesto decks pesados.

Essa build vem sendo testada faz 2 semanas e consegui resultados incríveis jogando na Taverna. O deck está muito mais rápido e consegue fazer 3 x 1 de vez em quando mas no geral faço 2 x 2. Mas o que mais me chamou atenção nessa build alternativa foi uma criatura chamada eskirge da câmara. Foto dela abaixo:

Sabe como é que é né? No mundo prático ela é uma criatura custo 1 que voa e tem lifelink e combinado com o bonesplitter fica mais forte ainda. Muito advanced contra deck de bichos que vem numa race braba.

Eu tinha testado a build com 4 arcbound worker e 4 eskirge e o deck ficou muito leve mas perdia em força. Depois testei com 4 arcbound worker e 2 eskirge e o deck testava ganhando de agroo. Mas agora eu removi os 4 worker e coloquei 4 eskirge e no próximo torneio vou analisar como ficou.

Acho que vou lançar a campanha: “Por um affinity mais leve” porque a outra build inicial estava muito pesada, estava lenta de mais. Esse affinity eu comprei de um amigo lá na Taverna e no primeiro torneio que joguei percebi que o deck estava pesado. Era a build muito parecida com a do affinity do mtggoldfish. Detesto decks pesados xD.

Bom pessoal, vou testando e analisando e postando aqui os resultados^^ Até a próxima e não se esqueça de curtir para dar força ao canal^^

Vampiros ao ataque!!!

Vai vampiros, ataquem!!!

O formato modern é muito bom e vários planeswalkers jogam ele. Eu, particularmente, adoro esse formato e venho aprendendo muito com o passar do tempo jogando lá na Taverna. No último torneio eu enfrentei um mirror logo na primeira rodada e me dei mal. Mas ta tranquilo, “to em casa” junto com a galera. O importante é se divertir e nada melhor do que jogar um modern.

Pra quem não sabe, meu deck modern era o the rack splashado para o branco pra usar path to exile e usar cards do sideboard como rest in peace. Eu experimentei esse tipo de deck durante vários torneios e dei upgrade no baralho várias vezes e só achava divertido quando tinha a wast not na mesa colocando fichas de zumbis. De resto não achava o deck divertido.

Agora decidi mudar, vou inovar o deck e acredito que com o meu novo modern, a jogabilidade do baralho vai ficar melhor e o deck vai ser mais divertido. Vou continuar com BW só que com uma modificação profunda. Em vez de fazer o oponente ficar sem mão e matar com the rack, vou de vampiros agora.

Já encomendei as cards na loja magic bem barato e devem chegar mês que vem e enquanto isso vou jogando com esse mesmo baralho. Quando as cards chegarem, vou editar meu deck e passar a matar de vampiros e usar o sorin, lord of innistrad. Agora sim o deck vai ficar divertido pra mim e para o meu oponente.

vou usar essa belezinha no deck

Foi mais um artigo do planeswalker brasileiro, pessoal!!! Não esqueçam de curtir e compartilhar e se inscrevam no meu feed. Ajudem o canal a crescer^^.

Eita cartinha boa

Fragmentalizar é “a card”

Olá gente de bem, meus amados planeswalkers. O elfoman aqui adora jogar de BW discard no modern e como tem o white no meio dá pra usar recursos dessa cor maravilhosa.

Eu estava jogando com meu BW e enfrentando esse field malvado e testando várias cards. Até que uma card em especial me chamou atenção. O nome da carta é fragmentalizar.

card poderosa

Repare que essa carta é muito mais rápida que o desencantar que custa 2 e sabemos que pra ter 2 manas tem que estar no turno 2 além de, caso precise conjurar 2 mágicas, fica mais difícil ainda a missão. Um turno faz a diferença e uma mana a mais tbm.

Quanto ao field que eu enfrento, ela remove tudo, remove carta do tron, remove cartas do hardened scales. Ela é ótima contra mirror enfrentando the rack discard. Além de remover a blood moon e vários artefatinhos periféricos e encantamentos tbm. E o melhor, remove a leyline branca que é meu pesadelo.

Essa carta tbm é barata na grana. É comum, comprei por centavos cada e tem uma eficácia muito excelente. Card maravilhosa, acho melhor que desencantar contra o meta. Mais rápida, remove quase tudo e cast na 1 se precisar.

Bom planeswalkers, esse foi só um comentário, estou muito animado com o magic que está cada vez melhor. Até a próxima e não esqueça de comentar e curtir e se puder, siga meu feed.

Adeus pre release

Perdi a vaga para o pre release

Segunda agora teve pauper na taverna e fui jogar. Era um pauper especial que valia vaga para o pre release de lealdade em ravnica. Deu muita gente, foram vários planeswalkers querendo a vaga para o pre. Foram ao todo 14 jogadores disputando 2 vagas para o pre release.

Como sempre lá estava eu com meu affinity pronto para jogar. Eu sei que preciso variar de deck mas por enquanto não da pra comprar outro e por isso vou do mesmo deck. O Bruno estava jogando e queria jogar contra ele pra tentar tirar a diferença de vitórias dele encima de mim.

O torneio foi bem legal, deu pra socializar com a galera mas infelizmente não consegui a vaga para o pre release. Eu fiz 2 x 2 e fiquei em sexto lugar e portanto não consegui me qualificar.

Esse foi mais um dia do meu diário compartilhado pessoal, brigado por ler e até a próxima.

Que doble top deck hein

Que double top deck hein

Terça-feira dia 18 teve modern na Taverna e fui jogar com meu BW the rack. Reencontrei a turma do modern depois de muito tempo afastado. Lá estava ele, o Lucas com seu deck de merfolk e o Duani com seu UW. Estava o Vitor recém no modern porque ele só jogava pauper. Foi mais um dia feliz com a galera.

O que me chamou a atenção nesse torneio foi um game contra um camarada que jogava de hardened scales. O primeiro game ele ganhou, não veio rápido mas ziquei mana também e ele acabou ganhando muito fácil. O que me chamou a atenção foi no segundo game. Eu descartei a mão dele toda e depois baixei 2 the rack em campo. Na upkeep dele ele leva 6 e na draw fase ele me topdeca a nature´s claim (menos 1 the rack mas pelo menos tenho outro em campo) No meu turno de volta eu comprei discard mas ele estava sem mão. Passei pra ele e na upkeep dele ele leva 3 e na draw fase topdeca outra nature´s claim.

Depois desses 2 top decks maravilhosos dele, ele só topdecou bicho, encheu a board de criaturas e começou a me bater. Me deu tanta porrada que ganhou a game e numa conversa bem descontraída a respeito da jogada que já na partida rendeu risos ele me solta: “eram minhas únicas 2 nature´s claim no deck com sideboard”

Depois de ouvir isso rimos mais e no fundo no fundo adorei o game 2 que mostra que o jogo magic the gathering tem virada de jogo por mais que esteja tudo perdido. Ele, com o deck dele virou uma partida que muitos iam julgar perdida e lá vai mais uma máxima do mundo do magic, nunca desista antes do fim.

Se você gostou desse artigo deixe seu like, compartilha no facebook, se inscreve no feed e curta minha fã page no facebook.^^ Brigado planeswalkers, valeu!!!

Vai pra cima deles, merfolks! Não desistam!

Pra cima deles, merfolks!

Como eu tinha dito no artigo passado (click aqui), a edição Guildas de Ravnica não trouxe nada de novo para o deck de merfolks. E quem gosta da cor green e blue ainda mais deck agroo com merfolks vai ter que esperar a próxima edição onde virá simic com a guilda verde e azul e tomara que venha tritões.

Como eu havia dito, pesquisei no mtggoldfish e não vi ninguém no meta jogando de merfolks. Nada de lista, ninguém se aventurando por ai com essa guilda. Acho que eu e mais alguns brazucas fomos corajosos em manter o deck de tritão para essa parte da temporada onde nossa guilda não foi priorizada. Pois bem, sexta-feira teve standard na taverna e fui jogar com meu deck de merfolks mesmo contrariando o status quo.

Quando o torneio acabou, percebi que o deck de tritão não é tão fraco assim, não fiz 3 x 0 por pouco mas fiz 2 x 1. Enfrentei um izzet drakes e ganhei, enfrentei um deck fora do meta WBU e perdi de 2 x 1 e no último round enfrentei um jeskai control e ganhei de 2 x 0. Não senti muita dificuldade mas teve 1 game contra o WBU que ziquei mana green feio por erro de building do deck, tenho que tirar 2 islands e colocar 2 forests.

No final do torneio não deu pra beliscar premiação porque fiquei em 4° lugar mas valeu a diversão de jogar com um deck tão maravilhoso com minhas cores prediletas. Além é claro que rever a galera e ajudar minha loja marcando presença.

Não desistam dos seus sonhos, por mais que seja jogar com deck fora do meta xD. Até a próxima planeswalkers!!! Não se esqueça de compartilhar esse conteúdo nas redes sócias e dar um like.

 

Frogmite no primeiro turno? Pode isso?

Frogmite no primeiro turno? Pode isso?

Segunda-feira passada (dia 10 de dezembro) teve pauper na taverna e como eu tinha prometido, fui jogar. Mas, antes disso, eu tinha que dar um trato especial ao meu affinity que estava empoeirado dentro do armário. Eu me lembro que eu tinha encomendado umas cartinhas especiais para colocar no meu affinity.

Acabou que a lista do meu affinity ficou bem diferente da lista do mtggoldfish mas tinha uma certeza, o deck ficaria muito mais ágil e talvez eficiente contra mono-black control que vivia me assolando. A diferença bem dizer implicava em ter menos mágicas de cor e mais artefatos. Artefatos custo baratinho para agilizar o deck contra meus oponentes.

Eu coloquei 4 bonesplitter e 4 ornitóptero além de 4 arcbound worker. Isso para o deck ficar rapidinho tipo flash super-herói. Pois bem, com o deck modificado, fui jogar na Taverna contra os meus camaradas.

Para fazer uma síntese, eu enfrentei 1 boros, 2 mono black control e 1 goblins. Venci os 2 mono blacks, venci o goblins e só perdi para o boros e mesmo assim porque o deck dele estava modificado (tinha um bicho proteção contra monocolor e ele baixou 2 no game 1).

O detalhe maior foi que várias vezes durante o torneio eu conseguia fazer land artefato, ornitóptero, springleaf drum. Dava tap no drum e no ornitóptero e baixava o frogmite isso no turno 1. Dois bichos no turno 1 e quando vinha o bonesplitter batia mais ainda. Não senti falta de metallic rebuke e nem de temur e muito menos da prophetic prism.

Acho que ninguém estava esperando frogmite no primeiro turno vindo de um affinity nesse torneio, só eu que sou o dono do baralho. Mas só em ganhar de mono black já está de bom tamanho.

O resultado final foi um 3 x 1 e um quarto lugar por causa do meu oponente match baixo. Não ganhei premiação mas valeu a diversão e sentir o gostinho de bater 4 no turno 2 com um affinity.

Valeu pessoal, compartilha esse conteúdo e dá um like e segue minha fã page no facebook elfoman. Qualquer força para o canal é bem-vinda. Brigado até mais!

Cadê os merfolks, Wizards?

Cadê os merfolks?

Era início de 2018 e tinham lançado Rivals of Ixalan e eu estava animado pra voltar a jogar standard já que tinha esperança de nascer um deck de merfolk. Fui às compras e comprei mesmo, gastei em torno de 1000,00 reais nas cartinhas e aproximadamente 75,00 em cada Kumena. Comprei tudo na Cards of Paradise. Comprei Jadelight, Kumena, deeproot elite entre várias cartas pra ajudar na minha jornada.

Fui jogando naquele primeiro semestre de 2018 e fui percebendo que o deck de merfolks não era tão competitivo assim mas dava pra me divertir já que consiste em duas cores que eu mais amo, o verde e o azul. Jogava contra red green, god pharao, UW entre outros, vencia e perdia mas sempre me divertia e o que mais me motivava era que no site mtggoldfish os merfolks estavam lá, tankando a todos. Não mostravam tanto resultado mas se faziam presentes com um grupinho de pessoas.

Eis que veio Dominária e a Wizards lança umas cartinhas legais mas eu preferi ficar de fora do magic pra investir em outros projetos. Fiquei meses ausente sem poder jogar meu joguinho predileto junto com meus amigos na Taverna. Só que as coisas mudam e no mês de Dezembro sobra uma grana e decidi voltar a jogar e aproveitar meu deck de merfolks.

Estava eu feliz da vida por ter uma grana pra voltar a jogar torneio só que antes de mais nada fui fazer umas consultas. Fui ver as cartas azuis e verdes de Guildas de Ravnica e nada pra deck de merfolks, fui ver M19 e pouca coisa para o deck. Fui ver o banco de dados do mtggoldfish e adivinhem? Os merfolks estava em 0% do meta. É isso ai, ninguém joga mais de merfolks.

Eu sei que muitos de vocês vão dizer que isso é a rotação do magic de gathering no standard mas pensem um pouco. Se Ixalan block vai ficar no standard até final de 2019 como a Wizards prometeu (2 anos), por que tirar os merfolks do field? Não seria melhor manter esse tipo de criatura até o final de 2019? E como ficam os players que apostaram nesse deck para se divertir jogando um champ standard na sua lojinha preferida?

Eu sei que podem me chamar de louco mas vou manter esse deck por três motivos, o primeiro é porque eu adoro as cores verde e azul e o segundo porque não quero gastar muito tentando montar um selesnya tokens que simpatizei muito e o terceiro porque eu amo tritões. E sou persistente, vou insistir no deck, quem sabe sai alguma coisa diferente. (sou brasileiro e não desisto nunca kkkk)

Esse foi o desabafo de um player^^ compartilhem esse conteúdo e deixa um like pra ajudar o canal. Até a próxima pessoal!

Cuidado com o atog hein

O atog é arrasador e mau

Segunda-feira teve pauper na Taverna e fui jogar. Mais uma guerrinha básica de planos e o planeswalker aqui não poderia ficar de fora. Peguei meu affinity e fui para a taverna sem ter medo de ser feliz. Fui de moto-taxi para ir mais rápido.

Torneio começa e fui jogando até que vem o terceiro match contra um camarada que jogava de UG infect. Eu tinha ganho o primeiro game e estávamos jogando o segundo game que poderia ser decisivo. Estávamos jogando até que era o turno dele e eu estava com 6 marcadores de veneno e só com 1 atog na defesa e ele com 2 criaturas 1/1 e só uma spell na mão. Além disso, eu estava só com 1 atog na mesa 2 spells na mão e 9 artefatos em campo e ele com 25 pontos de vida.

Ele atacou com as 2 criaturas e eu deixei passar. Ele conjura crescimento desenfreado e eu em resposta mato a criatura dele com galvanic blast (resultado: não morri). Ele então com zero spells na mão passa o turno e na minha vez e topdeco 1 land artefato e claro que baixei.

Ele estava sem defesa e eu bati. Lembra que ele estava com 25 pontos de vida? E eu agora com 10 artefato e com 1 spell na mão? Conjurei a galvanic blast nele (foi a 21 pontos de vida) e sacrifiquei todos os meus 10 artefatos e o atog ficou 21/21. Matei ele no talo, certinho.

Depois dessa jogada eu passei a entender porque os planeswalkers no field mais experientes tem medo do atog. Eu estava com o game perdido mas sabia que ele ia se precipitar e conjurar um pamp na criatura e por isso poupei a galvanic blast.

 

 

 

Vai chegar as cartas do affinity

Não senti firmeza no grimório

Segunda-feira passada houve pauper na taverna e fui jogar. Joguei com meu affinity e fiz 1 x 3 sofrendo muito com grimório lento. Várias vezes eu só conjurei a primeira criatura no terceiro turno. Jogo pauper com esse grimório a alguns torneios e senti que precisa de modificações para ganhar agilidade porque do jeito que está não dá mais para ficar.

Nada melhor que dar uma estudada no banco de dados e descobrir algumas spells que podem trazer agilidade ao grimório. Estava eu pesquisando até que lembrei do welding jar. Essa spell é custo zero e no early game ajuda a acelerar o game e o mid game ajuda a manter criaturas vivas.

Eu estou apanhando para criaturas fly como delver que é chato já que no field da taverna tem 2 ou 3 caras com grimório de fadas. Tendo em vista isso eu vou pegar o ornitóptero que também ajuda a acelerar o game e diminui o custo do frogmite. Ele combinado com lasca-ossos pode bloquear e matar criaturas fly.

Outra criatura que achei interessante já que ela é custo 1 rápida e tem modular é o arcbound worker. Vira e meche enfrento o black remoção que tem edito de chainer e o worker cai bem contra esse grimório. Além de combar com o lasca-ossos para bater 3 no segundo turno.

Por último e muito importante o lasca-ossos que é um equipamento que ajuda a fortalecer o ataque das criaturas.

Acredito que com esses reforços o grimório vai ficar bem melhor e muito mais competitivo. Esse é mais um artigo sobre a vida de um planeswalker brasileiro. Obrigado por ler pessoal, amo vocês.