Path of exile é para os fracos

Comprei meus 4 path of exile

Sexta-feira na Taverna não foi só mais um dia de FNM. Também consegui comprar 4 paths of exiles para meu deck de discard black com splash para white. E hoje, pensando nos paths, tive uma ideia para escrever esse post. Lembro da época que eu jogava com uma card similar no standard, o sword to plowshares.

jogava contra isso no standard 😛

Naquela época tudo era tão simples e versátil, você quer uma coisa tão simples que um planeswalker remover de jogo sua verdant force? A verdant que você acabou de reanimar com recurring nightmare. Desculpe planeswalkers mas deu essa ideia louca de escrever sobre uma card que não me sai da memória. Lembro que os caras que jogavam de recurring tinham pavor do sword. A verdant ia para nunca mais voltar.

ela nunca mais voltava

 

Sword também lembra o white winning que me recordo enfrentar várias vezes no antigo extended (modern da época). Lembro que quando o planeswalker de white winning deixava uma plain untaped, eu não poderia baixar rancor no meu bicho. Os stompeiros de plantão tremiam o sword que atormentava geral e inclusive a mim.

cansei de ficar com isso na mão por causa do sword

Lembro também que havia um deck red de goblins que fazia land, lacaio no primeiro turno e no segundo, batia com o lacaio e colocava o mutante em jogo. Mas o sword quebrava o deck. Mana lacaio, mana sword no lacaio hehehehe. O sword traumatizava até quem jogava de red. Uma card acabava com o deck.

o mutante ficava na mão hehehe

Lembro também do deck de oath of druids que tinha serra´s avatar. A única criatura que matava do deck era exilada pelo sword. Uma card acabava com o deck inteiro hehehe. O sword dando dor de cabeça no field da época, era muito chato. Não sei porque lembrei disso quando coloquei meus paths no meu deck.

o deck era bom mas o sword acabava com o baralho

Só que mais poder ainda é jogar contra e com isso no standard. E pensar que tudo era simples e versátil. Essa card vai ficar na memória de uma geração que jogou contra ela e outra que jogou com ela. Depois a Wizards lança o path of exile que é uma card boa mas na conjuntura é menos apelada. Naquela época plowshares dava muito trabalho e aterrorizava muitos planeswalkers.

Volta plowshares!!! #SwordStandardAgain

Fico por aqui planeswalkers, até a próxima e não se esqueçam de se inscrever no feed de notícias. Fui!!!

 

Será que vai?

O deck de merfolks deu muito trabalho

Hoje foi dia de FNM standard e eu não poderia faltar. Como sempre levei meu deck de merfolks só que dessa vez com cartas de Dominária. Entraram duas cartas, o porto do interior e o blink in a eye. Joguei o torneio e pude constatar como esse deck dá trabalho aos oponentes. Ganhei 2 partidas e perdi duas mas as que eu perdi foi de 2 a 1 e fui derrotado no sufoco. Continuo acreditando no potencial do baralho.

1 x 0 de virada

No primeiro round enfrentei o Igor, ela estava jogando de UR, um deck espetacular que tinham criaturas que trigavam com as instants que ele lançava. No primeiro game ele abre de soul-scar mage, no segundo turno ele baixa riddleform além disso ele veio com muitos burns e eu com poucos bichos, ele me ganha.

No segundo game, ele pede mulligan para 5 e meu deck veio bem redondo na curva. Consegui proteger o lord com blossoming defense e começar com 5 cards pesou para ele, venci o game.

No terceiro game ele pede mulligan para 6 e consegui abrir de kumena´s speaker seguido de lord no turno 2. Ele veio lento e só baixou bicho no terceiro turno. Ele fez Adelis mas já era tarde e o game já caminhava para vitória dos merfolks. Matei com direito a kumena. 2 x 1 para mim de virada.

2 x 0 para ficar legal

Nesse round enfrento o Takashi de novo, ele estava jogando de mono white criaturas tokens. No primeiro game o deck dele não ameaçou muito no início. Ele ficava colocando fichas na mesa com servo exhibition e queen´s commission. Ele chegou a ameaçar com aerial responder mas o tritão que ganha fly deu conta do recado. No final, consegui ganhar.

No game 2 o Takashi pede mulligan para 5 e tenta levar. Mas o deck de merfolk veio bem agroo com direito a primeiro turno kumena´s speaker e segundo turno o metalic mimic. O lord também apareceu e facilitou as coisas. Consegui ganhar e abrir 2 x 0.

2 x 1 só para dar uma esfriada

No terceiro round enfrento o Amaro e ele estava jogando de RG dinossauro. No primeiro game ele veio com muitos bichos e eu com poucos e ainda perdi bicho para remoção. Ele baixou o dinossauro raptor maxilácero e com esse bicho em campo dá até medo de bater ou bloqueá-lo. Foram muitos dinossauros e ele ganhou.

da medo de dar dano nesse bicho

No segundo game ele pede mulligan para 6 e leva. Eu vim com bichos e blossoming defense mas mesmo assim ele consegue remover. Depois disso ele leva 3 turnos tentando baixar dinossauros e leva essence scatter nas 3 tentativas. Depois disso veio bicho para mim e ele fluda, venci o game.

carta do game

No game 3 o mão dele veio melhor que a minha. Além disso os dinossauros entram em campo mais rápido por causa do bicho que dá mana e do outro que reduz o custo de mágica de dinossauro. E além disso, ele foi o primeiro, tinha um land na frente. Veio o raptor maxilácero para ele e não veio essence scatter para mim. Bom jogo, 2 x 1 ele.

2 x 2 torta na cara

Nesse round eu enfrento o Renan e ele estava de RB com segadeira de eteresfera. No primeiro game vim bem agroo e ele nem viu a cor do meu deck. Ele ainda perdeu vida para 2 dusk legion zelot, fiz 1 x 0.

No segundo game vim bem agroo mas ele lançou sweltering suns e varreu minha mesa. Ele estava com uma segadeira em campo. Depois dele ter passado, eu fiz aprendiz e só, e no turno dele ele vez glint-sleeve siphoner, tripulou e me bateu com a segadeira. Depois disso eu não topdecava bichos e ele venceu.

Antes do game 3 eu coloquei os negar e a crashing canopy no deck. O terceiro game fluiu legal para ambas as partes mas o jogo dele veio melhor com direito a segadeira e não veio nem meus naturalize e nem crashing canopy. O jogo dele veio melhor e ele joga muito. Venceu por mérito.

Jogar um FNM é muito bom não só para game test mas também para rever os amigos. Por hoje é só planeswalkers, o elfoman amanhã vai disputar planos na point hq, é pptq. Não se esqueça de se inscrever no feed de notícias e de compartilhar meu conteúdo. Forte abraço, até mais!!!

 

 

Eita baralhinho chato hein

Eita baralhinho chato hein

Ontem teve silver black na taverna e fui jogar. Como sempre com deck de merfolks. Silver black é um tipo de torneio que entra baralhos mais alternativos e divertidos. Nada melhor que jogar de peixinhos para descontrair.

0 x 1 contra control remoção

No primeiro round enfrento o Luis e ele estava de UB turbo remoção, foi muito difícil e ganhei um game. No primeiro game eu vim bem agroo e veio mais bichos do que remoção, ele chegou a jogar golden demise removendo 3 bichos mas os bichos não paravam de vir, ganhei.

que carta forte hein

No game 2, eu fiz mulligan para 5 e só veio 1 land, o oasis com 2 kumenas´s speaker na open hand. Levei e ele removeu meus únicos bichos que baixei. Não veio mais land e perdi. No game 3 a zica voltou a me perseguir, pedi mulligan para seis mas veio 2 lands e jogamos.

Quando ele baixou bicho custo 5, souls of the rapids, eu estava com essence shatter (sideboard) na mão mas decidi não gastar para guardar para o outro bicho mais forte. Mas ele foi removendo meus bichos e não veio mais criatura. Ele me batia 3 e eu não batia mais. Acabou que me arrependi de ter deixado esse bicho cair.

era para ter dado counter nisso 🙁

1 x 1 fish contra fish

No round 2 enfrento um camarada que estava de merfolks com aquele fish chato, o river sneak. No game 1, ele começou mas fez land vai e eu fiz land, mana e kumena´s speaker. No turno 2 caiu o river sneak mas no meu turno 2 caiu o lord e vim com uma mão bem agroo. Topdequei outro lord durante a partida e consegui ganhar.

apanhei muito para esse bicho

No game 2 ambos pediram mulligan para 6 mas foi uma boa partida. Foi quase um repeteco do primeiro game, ele veio de river sneak no turno 2 e eu vim com lord. Veio muitos bichos para mim e atropelei ele. 2 x 0 para mim.

1 x 2 contra WG

No round 3 eu enfrento o Raphael, ele estava de WG bichos, um baralho bem interessante para se jogar um silver black. O deck tinha bichos fly, tinha remoção e lotava a mesa também.

No game 1 ele baixou o artefato oketra´s monument no turno 3 e no turno 4 baixou 2 bichos e ganhou mais 2 fichas. Não deu para passar na defesa dele. No turno 5 baixou mais bichos e ganhou mais fichas e acabou que a quantidade determinou, ele ganhou o game.

carta muito forte no silver black

No game 2 eu fui o primeiro a jogar e vim com uma mão bem agroo, estava eu batendo nele com 2 mistcloaked e 1 lord até que ele joga cast out e exila meu lord mas nada melhor que uma canopy para resolver isso. Destruí o encantamento no final do turno dele e topdequei 1 lord extra. Como ele estava com 6 de vida e eu batendo com 2 mistcloaked, ganhei.

há se não fosse minha remoção de encantamento?

No game 3 veio 2 aerial responder, baixou um no turno 3 e outro no turno 4 e só veio uma crashing canopy no game e mesmo assim quase no final. Esse bicho é muito chato e determinou a vitória dele. Raphael joga muito, ótimo deck parabéns.

 

Acabou a noite e os merfolks fizeram 1 x 2 no silver black (o deck turbo remoção do luis estava forte e o WG do Raphael também). Continuo fazendo experimentos no mol e na taverna e acredito que essa tribo será a melhor quando ciclar o bloco. Os merfolks prometem. Fico por aqui pessoal, plz ajudem o planeswalker brasileiro e disputar planos por ai, dá uma força ao canal, não esqueça de se inscrever, vou nessa!!!

Preciso voltar à prancheta

Standard na Taverna e Taça ao campeão

Ontem, sexta-feira, rolou standard na Taverna e fui jogar com meu deck de merfolks, quase idêntico ao da internet. No torneio só pedi mulligan duas vezes em 7 games (3 matchs). Ganhei apenas um game de um red green mas deu para tirar conclusões a respeito do baralho e da minha jogabilidade. O deck precisa de modificações e eu preciso treinar mais. Acredito que minha performance vai melhor conforme for passando o tempo. Afinal, só voltei há 2 meses depois de ter ficado mais de uma década parado.

0 x 1 contra RG

No primeiro round enfrento o batata de novo e ambos estavam motivados, ele dizendo que ia me passar o carro e eu querendo vingança. Acabou que continuo sendo freguês dele. No primeiro game ambos foram para o bit down e a partida foi decidida no top deck do hashep oasis, topdeckei oasis, sacrifiquei, dei +3/+3 para o meu bicho, bati com tudo, joguei blossoming defense e dei 8 de dano com criaturas, matei no talo. Mas no segundo game eu não me fechava para baixar bicho guardando o essence scatter para dar counter na fênix e apanhando muito. Perdi por causa disso e no terceiro game foi bem dizer repeteco do segundo. Tenho que rever a lógica desse baralho.

nice top deck

0 x 2 a vingança de Jhon

No round 2 eu enfrento o Jhon de novo, eu tinha ganho dele da última vez. Ele tava com um RW veículos e foi o primeiro a começar. Abriu de land e bomat courier (esse bicho é sem noção). Eu fiz land e kumena´s speaker e quando ele atacou no segundo turno, eu dei block. Mas o que mais me chama atenção é como a Wizard permite uma criatura dessas? Notas a parte, ele baixa land e faz coração de kiran e continuamos a jogar até ele vencer o game. No game 2, eu peço mulligan para 5 e keepei com 3 lands, 1 kumena´s speaker e 1 crashing tide. Esse game não deu, fui derrotado. Foi a vingança dele.

que bicho apelado é esse?

0 x 3 apanhando para mono black

Nesse round eu enfrento o Rodrigo, ele estava de mono black turbo remoção e ele usava o etergênito talentoso no main deck ainda por cima. E para piorar, meus santuários estavam no side XD. No game 1 ele removeu todas as minhas criaturas e me ganhou me batendo com chupa cabra. No game 2, a opeing hand veio sem mana e pedi mulligan, abri com 3 bichos custo 1 e um land e 2 engates. Keepei, tentei levar a partida mas ele voltou a controlar e me ganhar e dessa vez com 2 bichos flying (e nada de crashing canopy).

Viva ao campeão

Ontem também foi dia de entrega da taça do taverneiro ao campeão do circuito, o Thiago. Parabéns para ele, o cara joga muito. Liderou o circuito a maior parte do tempo e foi campeão merecidamente, parabéns Thiago, você merece.

Nota de esclarecimento

Teve um artigo que eu escrevi a expressão “mind game”. Me corrigiram dizendo que era “mid game”. Explico que na minha época esse termo “mind game” existia e se referia ao jogo trancado onde ninguém ataca ninguém. Naquela época existiam termos que hoje não existe mais. Eu já percebi isso e estou me adaptando ao dias de hoje já que voltei a jogar a pouco tempo, peço desculpas pelo inconveniente. Do mais, até a próxima leitores, fiquem nas graças de Richard Garfield.

 

Jogando contra um japonês

Que deck maravilha é esse de merfolks

Uma coisa que eu dou muito valor é um player de magic competir e se divertir ao mesmo tempo. Sim, isso é possível. Antigamente, na minha época, diziam ao contrário, que deck competitivo não diverte e deck que diverte não é competitivo. Naquela época eu já desconfiava disso. Época que eu me divertia e competia com meu coursed stomp. E nos dias atuais, depois de eu voltar a jogar, parece que reencontrei um deck muito bom pra se divertir e competir ao mesmo tempo.

Treinando no mol

O mol, como já dito aqui, é uma excelente ferramenta para o player treinar. E também é excelente para saber as novidades da Wizard sobre vários decks que estão testando nesse planeta. No mol, as tendências aparecem primeiro para depois serem replicadas no IRL. E lá que eu testo meu deck de merfolks e curto muito.

Uma partida muito boa

Hoje de manhã lá estava eu no mol treinando com meu deck de merfolks eis que eu jogo contra um japonês que estava com um deck espetacular. Ele me ganhou de 2 x 0 mas passou muito sufoco e quase venci além disso eu percebi que meu deck tinha como virar a partida e isso influencia muito no champ. O que não pode acontecer num torneio é você saber que seu deck está locado e não tem como ganhar só porque seu oponente puxou alguma carta, isso não pode acontecer jamais. Um deck para mim tem que poder sair de qualquer situação, tanto no main quanto no side.

O japonês estava jogando de R/U de ventuoso que combava com um artefato que dava 1 energia quando um token entrava no battlefield. O deck tinha bichos e artefatos além de comprar cartas, além disso tinha aquele veículo custo 3 que paga energia e ganha lifelink, era sem dúvidas um deck muito bem montado e pilotado por um japonês fica melhor ainda. Posso dizer que ele ganhou mas dei muito sufoco e azar por não ter vindo naturalize na open hand mesmo eu tendo pedido mulligan para 6 (mais que isso não faço).

A partida foi decidida com a segadeira, veículo custo 3 com crew 1 que dá lifelink. Eu devolvi isso para a mão dele 2 vezes e ele deve ter ficado com muita raiva. (se não devolvesse pra mão não teria como ganhar) Ele atacava e depois do bloqueio, ele gastava energia para dar lifelink e eu jogava blink in a eyes, fiz isso duas vezes mas seria melhor se tivesse vindo o naturalize. Foi blink in a eyes com kicker, fiz 2 draw dos dois blink e só veio land XD.

Nessa partida eu percebi como o meu deck de merfolks pode ser sim competitivo já que ganha de determinados deck e quando perde dá um sufoco danado ao oponente. Todas as partidas que eu disputo ou o deck ganha ou quase ganha ou o oponente passa sufoco sem contar que naquela época já me chamavam de player azarado 😀

Tenho que treinar mais

Como já tinha dito, o mol é muito bom e tenho que treinar mais, tanto standard como modern mas deu para perceber que essa partida mostrou que o deck é sim competitivo. Fico por aqui meus amados planeswalkers e até a próxima. Espero que tenham gostado do conteúdo, não se esqueçam de se inscrever no feed de notícias e curtir minha página do facebook. Até a próxima!

Bendito seja os merfolks

O merfolks não é perfeito mas é muito bom

Fico treinando no magic online com meu deck de merfolks e vejo como é interessante esse baralho. O deck tem criaturas rápidas pra infernizar o cara e deixa-lo desesperado, ainda mais quando o oponente joga de control de pouca remoção. O deck também se defende bem com water of deeproot e tem kumena que adianta cartas do deck no mid game. Mas como nada é perfeito, apanha muito pra black de turbo remoção.

O merfolkzinho roubado

Uma carta que eu acho muito forte é o silvergill adept. Ele entra na 2 muito fácil, é uma criatura muito rápida que serve pra deixar o controle desesperado e quando pega baralho de bicho, dá pra bater na volta ou fazer um block. Sem contar que ele adianta o baralho e o suposto defeito de ter que revelar outro merfolk raramente atrapalha já que na 2 fatalmente a hand terá outro merfolk. Mas se não tiver outro merfoilk na mão é só mulligar.

funciona muito bem

O indefensável

Outro merfolk que eu acho interessante é o mist-cloaked herald. Eita tritãozinho forte. Ele entra na 1 pra infernizar o cara e no late game e no mid game pode transpor a defesa do oponente. Ele comba com deeproot elite já que os marcadores podem ir nele mas é importante não abusar se o cara tiver remoção. (pior coisa é tomar um push no mist-cloaked depois de pôr vários marcadores)

A proteção dos fishs

Tem uma carta que não pode faltar no sideboard é a shaper´s sanctuary. O deck apanha muito pra decks de turbo remoção e nada melhor que uma belezinha dessa na mão. Se não vier é só mulligar e rezar pra vir. Detalhe dessa card é seu efeito de fazer um draw quando é alvo e nesse draw pode vir um negate ou um blink pra salvar a kumena por exemplo.

Na síntese estou adorando treinar com merfolks e acho um deck bastante divertido além de dar dentro contra baralhos top de linha como os tier 1. Não é um deck perfeito e a pessoa tem que suar pra ganhar mas acredito que o deck promete.

Mais uma vez obrigado por ler esse artigo rápido pessoal, eu não gosto de prolongar na escrita pra não cansar o leitor. Fico por aqui e até a próxima.

Tenho que melhorar

Nesse modern não deu para o black

Nada melhor que jogar um torneio modern na Taverna junto com os amigos e treinar mesa. Hoje fui pra lá motivado porque já tinha chegado minhas inquisições de kozilek e minhas toxics deluges, muito animado eu para jogar. Por mais que esteja faltando the rack e sieze e as leylines, não poderia amarelar e deixar de jogar com a galera. Afinal, tenho que competir e ter baralho incompleto não é desculpa :).

Animado pra estrear essa cartinha

1 x 0 pra animar a festa

No primeiro round do torneio eu enfrento o Lauro. O cara joga muito. Por mais que ele tenha me dito que não conhece o field, ia ser uma partida equilibrada porque também não conheço. Acho que eu e ele estamos no mesmo barco mas eu levava mais desvantagem porque meu baralho falta muita carta. No primeiro game veio bastante discards e removi o dark confident dele com small pox, assim não dava mais draw pra ele e parava de morrer pra esse bicho. Fechei o game com as aflições berrantes.

No game 2 ele vem que vem no ímpeto e com lodo necrofago e liliana no top deck ganhou a partida, não deu pra o black. Apanhei pra tokens de zumbi 2/2 e morri feio. No game 3 eu consegui controlar e ganhei dele com direito a sign blood pra finalizar. Ele tava com exatos 2 pontos de vida.

1 x 1 mas que bobeira

Estar destreinado é um problema sério e comigo parece ser em dobro. Enfrentei o Márcio nesse round. Ele com o mesmo baralho da última vez e fomos para o game 1. Ele me faz um gideon de top deck e ativa o emblema em que ele não pode perder e o oponente não pode ganhar enquanto controlar o gideon. Eu concedi achando que não dava mais pra ganhar. Isso com etegênito na mão e waste not no deck. Só fui perceber o erro depois.

No game 2 eu floodei feio, só vim com 1 discard na hand. Tomei gideon, jace, fichas de criaturas foi uma festa pra ele. Perdi e confesso que fiquei bastante abatido pelo erro no primeiro game.

1 x 2 com direito a supressor de mágicas

Enfrentei um camarada com um deck bem interessante, era um UW com splash pra red, a partida foi 2 x 1 ele mas o game decisivo foi decidido num top deck épico.

Dei um discard nele e ele voltou supressor de mágicas, belaza. Dei outro discard e o safadinho tava com outro na mão, discartei claro, a outra carta era um land. Fiz vai e ele fez a draw e me bateu, ficou com uma carta não mão. No meu turno, voltei de small pox e ele fez outro supressor de mágicas hahaha. Nice top deck. 3 supressor na partida. Ele me ganhou batendo com esses 2 bichos.

1 x 3 apanhando pra tarmogoyf

Nesse match eu enfrentei o Bruno, Ele tava de black e green e os tarmogoyfs fizeram e diferença. O destaque do game 1 foi um tarmogoyf de top deck, ele ficou sem mão mas como meu deck não tem as the rack ainda, só a aflição berrante que estava na mesa não foi suficiente. No game 2 abri a mão com 3 lands mas só topdequei mana e ele me ganhou. Não posso tirar o mérito do cara, joga muito ele.

Fez a diferença no torneio

 

Pessoal, esse foi mais um dia lá na taverna, se tiver precisando de cartas, pode contar com essa loja. Fico por aqui pessoal, forte abraço e não esqueça de me acompanhar lendo as noticias.

 

 

Combinho forte hein

Duas cartas que não podem faltar no deck de fish

Magic vem de edição em edição lançando novas cartas com novas funcionalidades e agora, no bloco de Ixalan, trouxe duas cartas de suporte que dão um advanced pro players gigantesco. O deck de merfolks ta muito bom e ta ficando cada vez mais competitivo. Fico treinando no mol e acredito que encontrei uma build de deck muito boa pelo menos melhorou a performance e quando perde dá sufoco no oponente.

A primeira de todas

No meu deck tem espaço exclusivo pra kumena, tem que ter e uso 3 no maen, ela é muito forte. Além de não sair pra push e outras remoções rápidas, ela pode passar por uma defesa boa e ajuda a controlar. Tem horas que o game está empacado e precisa draw cards e nada melhor que a kumeninha. Além disso ela pode cair na curva no turno 3 com 3 bichos pra fazer draw. Sem contar que ela produz um efeito desespero no oponente que passa a jogar contra o tempo e isso pode faze-lo errar, nada melhor que jogar no erro do adversário.

Mas que cartinha advanced

Outra carta que funciona bem no early game e no mid game é uma cartinha chamada deeproot waters. Ela curva no 4º turno com kumena so basta ter um merfolkzinho no battlefield. Sem contar que com esses merfolks adicionais dá pra fazer vários blocks além de ajudar na draw da kumena. Essa carta é muito forte e o field não ta preparado pra ela no main. Ela também gera um efeitos devastador no psicológico do indivídua que acaba lutando contra o tempo pra não ser controlado.

Espero ter ajudado aos amantes de merfolks, vejo muitas listas que não tem deeproot waters e isso não é bom, tem que pensar no mind game também. Fico por aqui planeswalkers, bons treinos.

 

Magic que cruza as fronteiras

O magic vai além

Estava eu ontem treinando no magic online e conheci mais um americano. Fico feliz por fazer mais uma amizade e conhecer pessoas de outros países. O magic proporciona isso, amizades além do alcance. De um lado a outro do planeta o magic está presente e felizmente existe uma comunidade de pessoas que participam do game e podemos ser amigos delas.

Seria mais um dia de treino

O magic online é uma excelente ferramenta pra treinar e testar as nossas habilidades nesse jogo maravilhoso e hoje foi mais um dia de praticar até que eu conheci uma pessoa interessante, Um cara que também pretende ser pro player e mora em atlanta e faz parte de uma equipe chamada SCG atlanta. Conversei bastante com ele e acabou que trocamos facebook, o magic é surpreendente.

Deixa eu voltar ao mol pessoal, forte abraço e dá uma força pra planeswalker brasileiro, curtam a fã page no facebook.

 

Acho que não tem jeito

Até os dias de hoje você pode ver pérolas acontecendo no mundo do magic

O magic gera um ambiente maravilhos não só de competitividade e grana mas também de histórias pra contar e coisas loucas. Fico vendo pessoas iniciantes no magic jogando esse game e interagindo com outros players. Ontem, lá estava eu no meu apto quando vejo um post no grupo de magic de uma coisa que aconteceu numa partida entre dois novatos.

Isso acontece de verdade

Lá estava eu no conforto do meu apto quando fui provocado, olhem o que leio! Estavam jogando em algum lugar desse brasilzão dois caras e que um joga Alta´s reap (Como custo adicional pra jogar altar´s reap, sacrifique uma criatura e o efeito é compre 2 cards). O cara tava contando que o amigo dele jogou essa carta e fez ele sacrificar a criatura dele como se fosse edito diabólico e ainda fez 2 draws.

Imagina, por 2 manas matar um bicho do cara e compra dois card

E as pessoas interagindo foi ótimo

Na mesma hora, quase que instantâneo, muita gente começou a fazer comentários na postagem. Enquanto eu respondi de forma formal e assertiva, teve muita gente mitando nos comentários. O pessoal não teve limites, ri muito durante a madrugada toda.

Ah na minha época

Me lembro que antigamente já na minha época, tinha muita coisa louca acontecendo no mundo do magic. Teve uma tipo, ostracizar tirando o mevlevi. “Você não pode descartar o mevlevi da minha mão, ele é proteção contra o preto”. Teve coisa mais louca ainda tipo, dark ritual e em vez do ritual surtir efeito e ir pro cemitério, ele ficava em campo feito uma permanente e todo turno adicionava 3 na pool.

Tem cada coisa nesse mundo do magic, seja bem vindo ao magic, o mundo que eu amo e não saio mais. Brigado por ler planeswalkers, até a próxima, dá uma força, dá like na fã page. Abraço!