Os vampire apanharam e muito

Boa noite povo de Deus, hoje foi dia de modern na Taverna e não pude faltar. Olhei para o meu deck de vampiros com 2 sorin e pensei, será que rola fazer um 2 x 1 na taverna? Kkk Que isso! Deck fora do meta só pra brincar, que mané fazer 2 x 1? Peguei o deck e fui a luta e que venham os oponentes.

Antes da Taverna nada melhor do que um pastel com  com caldo de cana pra ter um momento for fun antes da porradaria, os vampiros estavam sedento por sangue. Chegando na Taverna encontrei batata, luan, Paulinho e vária figuras gente fina, nada melhor que a galera do magic pra alegrar o dia depois de muita batalha.

Deixa disso e bora pro torneio, 4 rodadas e 3 vagas para o pre, primeiro, segundo e terceiro e o quarto levava 75 conto em créditos, taverneiro é gente boa, nunca foi preso a toa kkkk.

Saiu emparceiramento e logo na primeiro rodada e enfrento o John, ele mesmo, o cara que tem um deck abzar devoted company. Os vampire não podem trepidar, conceder? Jamais! Rola o dado e ganhei e fui o primeiro e ele mulligou pra 6, blz!

Mana laceritor e ele fez mana vai, eu dois manas etergênito e ele baixou o devoted druid. Eu, três manas e baixei child e batendo forte nele e fiquei com mana em pé pra dar exile. No turno dele, ele fez chord of calling pra 2 eu respondi com exile no devoted druid (burrão eu). Ele buscou outro devoted druid. No meu turno baixei sorin, lord of inistrad e bati com tudo que tinha direito e rezei. Mas o danado ainda ficou vivo e no turno dele jogou collected company que botou a turma toda em campo, resumindo, mana infinita e vida infinita, concedi e fomos pro game 2.

No game 2 ele fechou o combo de turbo vida e os vampiros sucumbiram de novo. Ô vida cruel. Não desistir é preciso e vamos para o segundo round. No segundo round enfrento um RG de land destruction, consegui remover a blood moon mas o artefato que deixa as spells tudo custo 3 lombrou e perdi o primeiro game. No segundo game vim com fragmentalizar na mão inicial e sempre deixava um land em pé pra lançar essa spell na blood moon mas ele veio com 3 destruição de land e me matou de ooze.

Nossa, fiz 0 x 2 e dropei pq tinha cliente pra atender as 22 horas mas foi legal pra relaxar a cabeça junto de uma rapaziada 1000%. Amo vcs da Taverna e amo a comunidade do magic que é maravilhosa e só cresce^^

Na volta dos merfolks o placar foi 2 x 1

Oi gente, voltei e tenho notícia nova pra contar. Hoje foi um dia muito bom pois eu voltei à Taverna depois de muito tempo longe. Vou tentar manter a frequência nas jogatinas. Hoje foi standard e jogaram 8 players.

Logo no primeiro round eu enfrentei o Paulinho, ele sempre joga com decks fortes e nunca venci ele, poderia ser minha chance de quebrar o jejum. Ele jogava de deck de portão e eu não conhecia o baralho. A primeira ele ganhou com direito a me bater com o carneiro quebra-portões. No segundo game os tritões vieram fervendo e empataram o jogo. Mas no terceiro game decisivo, muito emocionante e disputado o Paulinho leva a melhor. Não foi dessa vez.

esse é o carneiro do amor

No segundo round enfrentei o takashi ele jogando de mono-blue tempo. Por mais que eu tenha começado ele levou a melhor no primeiro game com direito a roubar o sussurrador de kumena que estava 4/4. Mas no game seguinte eu empatei e no terceiro game eu virei.

No terceiro round eu enfrento o rodrigo, ele jogando de gruul esplechado para azul mas não deu, ele não conseguiu segurar a ira dos tritões. Venci de dois a zero fechando a noite semi perfeita.

Na classificação geral fiquei em 4° lugar e ganhei cartinha do amor. Foi isso gente de bem, esse foi mais um dia do planeswalker brasileiro. Forte abraço e não esqueça de cadastrar seu e-mail pra receber notificações.

O retorno dos peixes

Oi gente de bem, povo amado de Deus. Estou muito feliz porque hoje vou voltar à Taverna para jogar muito magic (vai ter standard). Já estou com meu deck de merfolks separadinho esperando dar a hora de ir para lá, às 18:30 eu sai de casa e vou para lá.

Hoje mais cedo eu dei uma olhada no site mtggoldfish e ví que os decks mudaram um pouco. Com a chegada de lealdade em ravnica o field atualizou e o meta está um pouco diferente. Uma coisa interessante foi que encontrei um budget deck de tritão.

Depois quando voltar eu comento aqui o resultado, beijos e até mais tarde.

Lá vem eu de novo

Estou ansioso para voltar a jogar magic depois de ter ficado aproximadamente 2 meses longe da Taverna. Aquela loja me faz feliz e me completa, as pessoas são nota 10, gente fina o pessoal de lá. Quero voltar porque gosto de competir e jogar esse joguinho norte-americano que está conquistando o mundo.

Eu montei 3 decks pra jogar na Taverna. O affinity pauper para jogar segunda-feira, o the rack modern para jogar terça-feira e o tritão para jogar standard sexta-feira. Eu gostaria de não ter parado mas sabe como é, imprevistos acontecem e o dinheiro é curto e por isso fiquei longe da Taverna por um tempo, acho uns 2 meses. Mas volto mês agora em abril.

 De volta ao magic e para nunca mais sair, esse é mais um dia do meu arquivo, forte abraço e até a próxima.

Adeus orcs

Os orcs foram “pro” beleleu

O clã saiu de Norton e adentrou a planície de Nevada para resgatar os gnomos que haviam sido sequestrados pelos orcs malvados. Depois de 1 dias de caminhada e cansados eis que Akarth avista o acampamento dos orcs e provavelmente onde estão os gnomos presos.

O clã se mantem a uma distância de segurança do acampamento enquanto observa detalhes de longe. O acampamento é feito de 1 barraca grande, 2 barracas pequenas e 2 árvores cada uma com uma casa suspensa nela sustentando 1 orc arqueiro. Além disso, encostado na barraca grande, tinha um sino e ao lado um orc com uma full plate sentado numa cadeira.

O clã se dividiu em 2 para uma parte dele chamar a atenção dos orcs e a outra fazer a invasão e resgatar os gnomos. O lado que chamou a atenção (Akarh e Aukan) gritou e fez gestos e na volta o orc com a full plate toca o sino. Os orcs arqueiros disparam contra os dois, uma flechada em cada um acertando cada e ferindo Aukan gravimente.

A outra parte do clã (kavynir, Arok e Abgayl, Nicolas, Antônio e Zeferus) invadem pelo outro lado e decidem entrar na barraca grande. Olhando pela entrada da barraca grande eles observam um grupo de 8 orcs lá dentro pegando em machados.

Arok, rapidamente joga uma poção alquímica dentro da barraca e ateia fogo em vários orcs. Kavynir mata o último restante com uma flechada.

Enquanto isso do outro lado, Akarh dá uma investida montada portando sua lança e perfura o peito do orc de full plate. Aukan pega uma javalin e arremessa em um orc arqueiro mas o projétil acerta na árvore e não no orc.

Do lado de Kavynir, Arok dispara contra um orc arqueiro acertando ele na cabeça e levando ele a óbito enquanto Kavynir atira contra o outro acertando também e derrubando ele da casa na árvore.

Depois de matar todos os orcs, o clã vasculha todas as barracas e encontra tesouros e os 3 gnomos vivos, é hora de voltar para a cidade e ganhar prestígio.

Essa foi a síntese do final da sessão mestrada por mim, forte abraço jogadores. Não esqueçam de compartilhar esse conteúdo e me seguir no feed de notícias.

Participantes:

Akarh orc bárbaro

Kavynir elfo bárbaro

Aukan goliath guerreiro

Arok orc bárbaro

Aasimar clériga

Nícoloas humano clérigo (npc)

Antônio humano guerreiro (npc)

Zeferus ladino elfo (npc)

Que tal uma mexidinha no affinity pauper?

Que tal uma mexidinha no affinity pauper?

Toda segunda-feira tem evento pauper na Taverna e sempre quando posso vou jogar. Para quem não sabe, eu jogo de affinity com uma build alternativa, uma build pessoal minha só para o deck ficar mais divertido. Detesto decks pesados.

Essa build vem sendo testada faz 2 semanas e consegui resultados incríveis jogando na Taverna. O deck está muito mais rápido e consegue fazer 3 x 1 de vez em quando mas no geral faço 2 x 2. Mas o que mais me chamou atenção nessa build alternativa foi uma criatura chamada eskirge da câmara. Foto dela abaixo:

Sabe como é que é né? No mundo prático ela é uma criatura custo 1 que voa e tem lifelink e combinado com o bonesplitter fica mais forte ainda. Muito advanced contra deck de bichos que vem numa race braba.

Eu tinha testado a build com 4 arcbound worker e 4 eskirge e o deck ficou muito leve mas perdia em força. Depois testei com 4 arcbound worker e 2 eskirge e o deck testava ganhando de agroo. Mas agora eu removi os 4 worker e coloquei 4 eskirge e no próximo torneio vou analisar como ficou.

Acho que vou lançar a campanha: “Por um affinity mais leve” porque a outra build inicial estava muito pesada, estava lenta de mais. Esse affinity eu comprei de um amigo lá na Taverna e no primeiro torneio que joguei percebi que o deck estava pesado. Era a build muito parecida com a do affinity do mtggoldfish. Detesto decks pesados xD.

Bom pessoal, vou testando e analisando e postando aqui os resultados^^ Até a próxima e não se esqueça de curtir para dar força ao canal^^

Vampiros ao ataque!!!

Vai vampiros, ataquem!!!

O formato modern é muito bom e vários planeswalkers jogam ele. Eu, particularmente, adoro esse formato e venho aprendendo muito com o passar do tempo jogando lá na Taverna. No último torneio eu enfrentei um mirror logo na primeira rodada e me dei mal. Mas ta tranquilo, “to em casa” junto com a galera. O importante é se divertir e nada melhor do que jogar um modern.

Pra quem não sabe, meu deck modern era o the rack splashado para o branco pra usar path to exile e usar cards do sideboard como rest in peace. Eu experimentei esse tipo de deck durante vários torneios e dei upgrade no baralho várias vezes e só achava divertido quando tinha a wast not na mesa colocando fichas de zumbis. De resto não achava o deck divertido.

Agora decidi mudar, vou inovar o deck e acredito que com o meu novo modern, a jogabilidade do baralho vai ficar melhor e o deck vai ser mais divertido. Vou continuar com BW só que com uma modificação profunda. Em vez de fazer o oponente ficar sem mão e matar com the rack, vou de vampiros agora.

Já encomendei as cards na loja magic bem barato e devem chegar mês que vem e enquanto isso vou jogando com esse mesmo baralho. Quando as cards chegarem, vou editar meu deck e passar a matar de vampiros e usar o sorin, lord of innistrad. Agora sim o deck vai ficar divertido pra mim e para o meu oponente.

vou usar essa belezinha no deck

Foi mais um artigo do planeswalker brasileiro, pessoal!!! Não esqueçam de curtir e compartilhar e se inscrevam no meu feed. Ajudem o canal a crescer^^.

Eita cartinha boa

Fragmentalizar é “a card”

Olá gente de bem, meus amados planeswalkers. O elfoman aqui adora jogar de BW discard no modern e como tem o white no meio dá pra usar recursos dessa cor maravilhosa.

Eu estava jogando com meu BW e enfrentando esse field malvado e testando várias cards. Até que uma card em especial me chamou atenção. O nome da carta é fragmentalizar.

card poderosa

Repare que essa carta é muito mais rápida que o desencantar que custa 2 e sabemos que pra ter 2 manas tem que estar no turno 2 além de, caso precise conjurar 2 mágicas, fica mais difícil ainda a missão. Um turno faz a diferença e uma mana a mais tbm.

Quanto ao field que eu enfrento, ela remove tudo, remove carta do tron, remove cartas do hardened scales. Ela é ótima contra mirror enfrentando the rack discard. Além de remover a blood moon e vários artefatinhos periféricos e encantamentos tbm. E o melhor, remove a leyline branca que é meu pesadelo.

Essa carta tbm é barata na grana. É comum, comprei por centavos cada e tem uma eficácia muito excelente. Card maravilhosa, acho melhor que desencantar contra o meta. Mais rápida, remove quase tudo e cast na 1 se precisar.

Bom planeswalkers, esse foi só um comentário, estou muito animado com o magic que está cada vez melhor. Até a próxima e não esqueça de comentar e curtir e se puder, siga meu feed.

Adeus pre release

Perdi a vaga para o pre release

Segunda agora teve pauper na taverna e fui jogar. Era um pauper especial que valia vaga para o pre release de lealdade em ravnica. Deu muita gente, foram vários planeswalkers querendo a vaga para o pre. Foram ao todo 14 jogadores disputando 2 vagas para o pre release.

Como sempre lá estava eu com meu affinity pronto para jogar. Eu sei que preciso variar de deck mas por enquanto não da pra comprar outro e por isso vou do mesmo deck. O Bruno estava jogando e queria jogar contra ele pra tentar tirar a diferença de vitórias dele encima de mim.

O torneio foi bem legal, deu pra socializar com a galera mas infelizmente não consegui a vaga para o pre release. Eu fiz 2 x 2 e fiquei em sexto lugar e portanto não consegui me qualificar.

Esse foi mais um dia do meu diário compartilhado pessoal, brigado por ler e até a próxima.

Um dia eu consigo

Um dia eu consigo

No último pauper que joguei lá na taverna eu enfrentei logo o Bruno no primeiro round. E adivinhe? Perdi pra ele de novo por 0 x 2 e isso só confirma que eu sou freguês dele kkkk. Já são quatro partidas e nunca venci esse cara. Ele é o melhor jogador de pauper na taverna e acho que do Rio de Janeiro também.

Hoje vou voltar a taverna pra jogar pauper e quem sabe enfrenta-lo e talvez chegar a vitória mas o caminho é árduo. Ele vem de MBC ou rakdos e o deck dele simplesmente é excelente. Não é à toa que ele é o melhor da localidade.

No último pauper eu enfrentei o Bruno na primeira rodada e perdi. Depois disso fiz 3 x 1 vencendo até de goblin com meu affinity. Fiz modificações no meu deck e vou mudar o meta game e jogar em volta do atog.

Deixei esse recado no diário hoje, dia 14 de janeiro de 2019. Obrigado por ler, até a próxima.